terça-feira, 13 de setembro de 2011


CASTELO BRANCO EM RISCO
















Enquanto esperava o início da jornada e aquecia
o bico da caneta, tendo por alvo o Cine-Teatro,
fui abordado pelo ilustre albicastrense Carlos
Matos que me deu as boas vindas com a simpatia
e boa disposição que caracteriza as pessoas que
estão de bem com a vida.
















Nos jardins do Paço Episcopal, captando o
recanto destinado aos reis de Portugal e a mais
jovem urban sketcher do encontro.
















O almoço, momento alto do encontro, após uma
visita guiada pelo nosso anfitrião Carlos Matos,
que nos conduziu diretamente ao Retiro do Relógio.
















O moinho de àgua da Póvoa de Rio de Moinhos
é um exemplo a seguir na recuperação do
património etnográfico.




























































1 comentário:

Elizabete Santos disse...

Como sempre estão óptimos os teus trabalhos.